fbpx
  • (19) 3429-1199
  • Estr. Vicente Bellini - Conceição, Piracicaba - SP, 13427-230

Chá de Castanha da Índia

Chá de Castanha da Índia é indicado para auxiliar no tratamento de má circulação, varizes, cólicas menstruais, hemorroida, dermatite, entre outros.

Descrição

Planta: Castanha da Índia

Nome científico: Aesculus hippocastanum L.

Sinonímia Científica: Hippocastanum vulgare.

Nome popular: Castanha da índia; castanheiro da índia; castanha indiana; baumann horse chestnut; castaño de índias.

Família: Hippocastanaceae.

Parte Utilizada: Semente.

Indicações e Ação Farmacológica

As sementes da castanha da Índia (Aesculus hippocastanum L.) são utilizadas em vários países no tratamento de varizes e hemorroidas. Elas contêm de 3 a 10% de uma mistura complexa de saponinas, tendo como principal componente a β-aescina. As saponinas desencadeiam várias ações biológicas devido às suas propriedades tensoativas ocasionadas pela estrutura química que é constituída de uma parte lipofílica e outra hidrofílica, devido à presença de açúcares. Muitas evidências confirmam a atividade da β-aescina no tratamento da insuficiência venosa crônica.

Possui atividade anti-inflamatória sobre a circulação periférica, antiedematosa e flebotônica. É indicada na fragilidade capilar, varizes, hemorroidas e edemas por má circulação, flebites, insuficiência crônica venal, reduzindo o processo de retenção capilar, pele (dermatite, eczema, inflamações gerais), peso e dor nas pernas.

Nas hemorroidas acalma a dor, e sendo vasoconstritor periférico, é empregado também em forma de pomadas.

É adstringente, antiedêmica, anti-hemorroidal, anti-inflamatória, estimulante, hemostática, redutora da permeabilidade capilar, tônica, vasoconstritora e vasoprotetor.

Toxicidade/Contraindicações

Espasmo muscular, náusea moderada, vômito e urticária. Ocasionalmente pode provocar gastrite quando administrada na forma de infusão ou extrato fluído. As sementes ingeridas com cascas podem causar cefaléias, falta de coordenação motora, vômitos, enterocolites, midríase, paralisia facial e sonolência.

Contraindicado o uso durante a gravidez, lactação, em casos de insuficiência hepática e renal, lesões da mucosa digestiva em atividade.